sexta-feira, 1 de março de 2019

DÚVIDA



Por quê buscar no
vértice desta
sombra
o que perdi em
dia tão claro!?




quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

STANLEY MENEZES


Ela é rara, moço,
rara do tipo 
que não se encontra 
perdida por aí,

Rara,
quando escolhe Jobim
durante a noite para ouvir,

Tão rara,
que com um único sorriso 
também te faz sorrir,

Ela é rara, moço,
do tipo que fica
até mesmo
depois de partir.





quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

FERNANDO FABIÃO


Escrever, tecer um anel
em redor das coisas.
A tinta prolonga
o sangue,
consome o saber das sílabas.

Com um pé na forma
e outro na errância,
navego no coração do vento.

Respiro no milagre
dos gestos íntimos e graves.

Faço do espanto
a regra e o sinal.

Talvez adormeça
encostado ao azul,
na mais pura ignorância da morte.





sábado, 9 de fevereiro de 2019

PERPÉTUA



um toque sutil...
leve e fugaz arrepio...
olhos cerrados...
um silêncio ensurdecedor...
lembranças e desejos
soltos...
o céu e o tremor
na pele...
o envolvente calor...

... Você!


quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019


O  ANJO  PERPLEXO

AMALIA  BAUTISTA



Nunca houve deus, nem virgens, nem santos,
nem ícone que proteja, nem oração que console.
Nunca houve milagres ou prodígios,
nem salvação da alma ou vida eterna,
nem palavras mágicas, nem bálsamo eficaz
contra a dor que nunca cicatriza,
nem luz do outro lado das sombras
nem saída do túnel, nem esperança.
Só nos acompanha nessa travessia
um anjo perplexo que suporta
como nós a mesma penosa vida.




sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

INFÂNCIA - GUILHERME DE ALMEIDA



Um gosto de amora
comida com sol. A vida
chamava-se  "AGORA"



terça-feira, 29 de janeiro de 2019

DIFERENTE!



diferente este amor.
são toques marcantes,
sublimes, verdadeiros
segredos  ousados,
distâncias
e
presenças.
diferente
íntegro,
verdadeiro
sou o que te quero!



domingo, 27 de janeiro de 2019

OS POEMAS NÃO ELIMINAM A DOR


LUIS  FELIPE  PARRADO




Quando os males são físicos,
podes por gelo
sobre a zona afetada,
tomar um analgésico mais forte.
Mas se as dores
forem as da alma,
procura antes o suave triunfo do silêncio,
a companhia sempre amorosa da noite.
Uma canção de John Cale também pode ajudar,
mas não um poema,
não os poemas.
Os poemas não eliminam a dor, acariciam-na.
Não te iludas:
Não os poemas.






sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

VOCÊ CONHECE OLGA SAVARY?




Ah, derramar-me inquieta sobre o mar
-ser onda indefinidamente-
esperar pela primeira estrela
e dela ser apenas
espelho.


quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

DISTANTE VOCÊ




Amo esta terra distante que mora tão
perto de minha alma,
como amo minha vida e
teu sorriso.
Amo esta terra que, distante, se esconde
em minha alma.
Aquela que carrego comigo,
a que jamais deixarei.

Esta terra onde o amor permanece:
eterno...