segunda-feira, 14 de setembro de 2020

arseni

 


SE!


Se este sol não me

batesse assim na

cara.

Se este vento não me trouxesse

recordações.


Se o tempo não fosse mais que

suficiente,

parece,


Teríamos uma chance...


Se,,,










quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

CAMINHOS - AC RANGEL



A.C. RANGEL


CAMINHOS



A estrada que vai,
quase sempre,
é a mesma que volta,
Para que, então,
tanta pressa...






sexta-feira, 9 de agosto de 2019

domingo, 4 de agosto de 2019

sábado, 18 de maio de 2019

MARCHA




Os dias se sucedem,
religiosamente,
e o passado se engrandece no tempo.
A memória se afasta,
veloz:

Quem pode, afinal, deter a verdade...


quarta-feira, 3 de abril de 2019


MARIELI  ADRIANI  BECKER




Eu queria morar embaixo de uma cerejeira.
Protegida pelo tom, contra toda distância,
morar na curva da planta, na sua imperfeição,
no coração úmido da pétala.




sexta-feira, 1 de março de 2019

DÚVIDA



Por quê buscar no
vértice desta
sombra
o que perdi em
dia tão claro!?




quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

STANLEY MENEZES


Ela é rara, moço,
rara do tipo 
que não se encontra 
perdida por aí,

Rara,
quando escolhe Jobim
durante a noite para ouvir,

Tão rara,
que com um único sorriso 
também te faz sorrir,

Ela é rara, moço,
do tipo que fica
até mesmo
depois de partir.





quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

FERNANDO FABIÃO


Escrever, tecer um anel
em redor das coisas.
A tinta prolonga
o sangue,
consome o saber das sílabas.

Com um pé na forma
e outro na errância,
navego no coração do vento.

Respiro no milagre
dos gestos íntimos e graves.

Faço do espanto
a regra e o sinal.

Talvez adormeça
encostado ao azul,
na mais pura ignorância da morte.





sábado, 9 de fevereiro de 2019

PERPÉTUA



um toque sutil...
leve e fugaz arrepio...
olhos cerrados...
um silêncio ensurdecedor...
lembranças e desejos
soltos...
o céu e o tremor
na pele...
o envolvente calor...

... Você!