quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Tua flor...


"Guarda esta palavra, 
que te digo hoje
e cuida dela pra mim.
Ouça-a sempre que quiser,
que puder.
Cultive-a, como se uma
flor fosse.
Ela é tua.
E breve poderás colhê-la
porque ela também é
minha."





Ilustração obtida em torange.pt

6 comentários:

Ateliê Tribo de Judá disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Teca M. Jorge disse...

Bela inspiração!

Feliz Natal!

Beijos.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Rangel! Passando para te cumprimentar e desejar um Excelente Natal, e que o ano de 2015 seja de muita saúde, paz, amor, prosperidade e repleto de realizações para ti e para os teus. Temos um recadinho para o velho Noel. Espero que gostes. Rsrs.

Quanto ao post, lindo e profundo.

Abraços,

Furtado.

Graça Pires disse...

Uma palavra. Uma flor. Uma dádiva. Um desejo. Muito belo, o poema.
Um Beijo e um Bom Ano.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Rangel,
Sem o bom cultivo a palavra adoece, acaba morrendo e não a veremos florescer em um lindo jardim, mas quieta a adormecer eternamente.
Lindo!
Tenha um 2015 abençoado.
Beijos na alma.

Anne disse...

Que poema lindo! Veja que continuas poetando... Lindos como sempre.

Beijo grande
Anne