sexta-feira, 18 de agosto de 2017

CONSTATAÇÃO

Como eu já havia dito algumas vezes...





Constato a solidão,
inteira, completa,
que, por desleixo,
nunca havia notado,
embora ela sempre
tenha sido minha
mais fiel companheira.




quinta-feira, 10 de agosto de 2017

ÁGATA



INÊS  DIAS



Foi amor à primeira vista.
Ela tinha nome e pedra preciosa
e na literalidade dos meus cinco anos,
cabelo em forma de pássaro - negro
asa de corvo.

Era o tempo em que ainda
aprendia com o corpo todo:
uma fratura exposta para entender
o significado de maioria, uma pneumonia
para descobrir a solidão.
Quando ela me cravou um lápis
sob o olho esquerdo, pressenti que a escrita,
grafite fria à flor do sangue,
deixaria marcas para sempre.

Nunca mais nos separamos.
Eu e as palavras,
a Ágata mudou de escola.




sexta-feira, 4 de agosto de 2017

SENTIMENTOS




Fria a noite, parece...
Ou será apenas o coração gelado!
Ou as mãos,
que não sabe onde colocar...
E os olhos inquietos,
quase inseguros.

Procura, como sempre,
os olhos dela.
E recebe, de frente, o olhar angustiado...

Queria tanto falar com ela...