sexta-feira, 4 de agosto de 2017

SENTIMENTOS




Fria a noite, parece...
Ou será apenas o coração gelado!
Ou as mãos,
que não sabe onde colocar...
E os olhos inquietos,
quase inseguros.

Procura, como sempre,
os olhos dela.
E recebe, de frente, o olhar angustiado...

Queria tanto falar com ela...




2 comentários:

brisonmattos disse...

E eu tô aqui...Bem aqui...EM CASA...Esperando...Quem sabe>>>

Graça Pires disse...

Um olhar em busca de outro olhar... Um poema muito belo e sentido.
Uma boa semana.
Um beijo.