sábado, 18 de julho de 2015

Paraíso




Para Joelma


e se eu tivesse conhecido 
o paraíso,
descoberto que ele é meu
também...
jamais poderia te contar

porque foi lá
que te encontrei





ilustração:  Joelma Roque
http://zentangle-atelietribodejuda.blogspot.com.br/

5 comentários:

Ateliê Tribo de Judá disse...

Rangel
Andamos por caminhos de pedras, algumas das quais até nos atingiram,
Agora temos um ao outro para nos alegrarmos e vivermos uma vida repleta de amor, respeito e admiração.
Te adoro, só pra sempre!!!
Beijos
Joelma

Rosemildo Sales Furtado disse...

Belíssima entrega Rangel! E, pelo visto, a reciprocidade é verdadeira. Parabéns!

Abraços e um ótimo final de semana para ti e para os teus.

Furtado.

Valéria disse...

Rangel,
mais um poema simples e doce.
Acredito ser sua marca registrada a simplicidade e a doçura.
A ilustração de Joelma também maravilhosa.
Seus poemas encantam, sempre.
Parabéns!
Valéria

Graça Pires disse...

Fazer do lugar do encontro um paraíso. Fazer de cada dia um lugar para o amor...
Muito belo.
Beijo.

Pedra do Sertão disse...

E eu vim lá do "caminho das Pedras"...para dizer que seu Paraíso é um lugar de encontros, de rotas inexplicáveis...

abraços do Pedra...

apareça por lá também

www.pedradosertao.blogspot.com.br