quinta-feira, 14 de junho de 2012

Exercício da vida



Que chegue até mim o
som da trovoada e
que seja duradoura
a ansiada chuva que
a precede...


Dos frutos que ela gerar
separe-se o mais doce
deles para que se celebre
a vida!




ilustração extraída de blogs.diariodonordeste.com.br

3 comentários:

Anne disse...

Poema bem lindo e a imagem brilhante em todos os sentidos :-)

beijão
Anne

Pedra do Sertão disse...

Parece um poema-prece.

Muito legal,

Abraço do Pedra

Patrícia Pinna disse...

Lindo, e disse ao que veio com poucas palavras!
Amei!
Beijos na alma!