domingo, 5 de maio de 2013

Tuas palavras


envelhece cada palavra que
tua boca fala e fere
quem de ti as ouve.
já não faz diferença se
elas são tão duras ou, talvez,
até meigas,
porque já não chegam
sem o som estridente
da eterna ausência.

calar não faz diferença...



imagem obtida no blog livroerrante.blogspot

7 comentários:

Bia disse...

amargo, mas bonito.

Boa semana

marlene edir severino disse...

Diz o silêncio
mais
as vezes

Beijo, Rangel!

Ateliê Tribo de Judá disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Valéria disse...

putz... o que dizer?
Valéria

Bruna disse...

Eu sigo este blog há muito tempo e só esta semana parei para ler os atrasados, eu tinha esquecido-me do quão bonito é isto aqui, do quão tocante são os postes. Parabéns.

Anne M. Moor disse...

Ai ai ai :-(

Solange disse...

saudade daqui..

bjs.Sol