sábado, 7 de setembro de 2013

Retratos da cidade


Mais uma daquelas manhãs
tão frias,
a cidade quase desperta,
mal encarados transeuntes,
incomodados com o  punhal
gelado,
deste teimoso e insistente vento.
Um café quente,
carente de melhor qualidade,
ainda é a melhor defesa
para aquele punhal...
E os olhares, ainda assustados,
de quem comigo cruza,
acusam, recusam
estar tão cedo nas ruas,
caminhando para o maçante
expediente,
traiçoeiro companheiro diário...

Retratos da cidade.





ilustração obtida no dci.com.br

3 comentários:

Poliana Rios disse...

Vida...

Não é fácil sair da rotina que muitas vezes nos massacra, no entanto faz-se necessário escapar do caminho óbvio de todo dia... Saborear a esperança de dias melhores mesmo que seja com o café de baixa qualidade.

Bj

Poliana Rios disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bia disse...

a monotonia do dia a dia que eu gosto de quebrar sorrindo, envolta em pensamentos coloridos ;)