sexta-feira, 14 de março de 2014

Bordados



São de vapores frescos estes mágicos
encontros, estes segredos, mistérios nossos,
tecidos pacientemente na cortina do dia,
onde criamos a geometria do desejo
em cores vivas, nunca assim pinceladas.

E tecem as agulhas, ausentes de nosso
controle, figuras por nós jamais tocadas,
que, agora, nosso tato reconhece e aceita.
Bordados de beleza recente, cores de
descoloridos passados e de sedoso futuro.

Tecidos tão suaves, tratados com
a ânsia afinal plantada...





ilustração: artesanato.culturamix.com

7 comentários:

Ateliê Tribo de Judá disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jossara Bes disse...

Delicado, suave feito seda!
Belo e "ternurento", feito...amor!
Felicidades, poeta!
Beijos!

Débora Tavares disse...

Que coisa mais linda!!!

Graça Pires disse...

Bordados que são "geometria do desejo em cores vivas"
Muito belo.
Abraço.

Martim Ermelinda disse...

Bonito...

Abraços

Marcia M. disse...

Sempre belos escritos beijos Marcinha.

Evanir disse...

Muitas vezes só necessitamos de uma palavra de conforto, de ânimo,
de alguém que dedique um pouco do seu tempo para nós.
E são nessas muitas vezes que encontramos nossos amigos virtuais!
Hoje venho te abraçar pelo dia do amigo virtual.
Você é benção na minha vida.
Quero estar em sintonia contigo
por muitos anos .
Como muito carinho deixei um mimo na postagem,
simples mais de todo coração.
beijos te agradeço pela nossa amizade.
Evanir.