sexta-feira, 20 de maio de 2011

De ninar


Doce e simples,
como cantiga de ninar,
são teus sorrisos,
teus olhares.
Vem o sono e
o sonho,
só em te adivinhar
presença...


Ilustração: t1.gstatic.com

11 comentários:

Gisa disse...

Sorri.
Um grande bj

Úrsula Avner disse...

Olá poeta, delicados versos num poemeto adorável. Um abraço.

OceanoAzul.Sonhos disse...

Que doce e simples este poema de ninar.
Abraço
oa.s

Catia Bosso disse...

O vento a ninar
As cantigas a valsear
Eu pulo e me carregas
Sem soluçar, te aconchego,
Em teus braços me abraço!

bj

Catia

Marcia disse...

Oi querido estou de blog novo vim te buscar os outros deram defeito.

Patrícia ♥ disse...

*-*

Tem selinho pra vc no meu blog..

Beijos meus.
Patrícia Oliveira

http://momentosdapathy.blogspot.com/2011/05/100-seguidores.html

Marcia disse...

doces versos meu querido,boa semana !

Anne M. Moor disse...

Rangel

Canta uma canção de ninar tão lindo quanto este poema que os sorrisos te abraçam.

beijos
Anne

Debora Mota disse...

Que poema feliz! Doce!

Gustavo Paes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gustavo Paes disse...

um poema suave...

(que traz saudade
de algum sorriso)

estou seguindo!

abraço