sábado, 28 de maio de 2011

Destino


Caminham, o homem e sua sombra, na infinita viagem a que foram destinados. Poeirenta, a estrada, tão velha quanto o homem, parece não ter chegada, contrariando assim a missão sagrada de todas as estradas, que é a de oferecer lugar onde ir a quem nelas acredita e caminha.
Incansáveis ou já completamente desesperançados, homem e sombra, impassíveis, cumprem seu destino sem que seus olhos revelem seus sentimentos.
Homem e sombra já caminham há muito e os pés do homem, impiedosamente torturados, não desistem deste caminhar, apesar do sangue derramado.
O destino os aguarda, afinal!
Seja ele qual for...


Ilustração: t1.gstatic

16 comentários:

Gisa disse...

A tua sombra é comportada, a minha não...
Um grande bj querido amigo

OceanoAzul.Sonhos disse...

Neste longo caminho,onde pouco se revela,homem e sombra andam de mãos dadas,na procura do seu destino.
Abraço poeta.
oa.s

Marcia disse...

sempre belissimos poemas!

Marcia disse...

sempre belissimos poemas!

Márcia disse...

Homem e sombra uníssonos!Sempre a espera de um destino.Belo poema!Abraço! Márcia Duarte

Catia Bosso disse...

O destino nunca nos falha... seja ele qual for...

bj

Cat

Anne M. Moor disse...

Seja ele qual for Rangel. O caminho pode ser longo, mas sempre tem um porto segura...

beijo grande
Anne

Gell disse...

Belo poema!

Anne M. Moor disse...

Usando teu blog para testar o blogger :-)

bj
Anne

Franco disse...

Oi!
Muito bom este post,é o homem com
vontade de prosseguir;sempre.
Beijos.

Vinicius.C disse...

Rs um dia me vi tao rebelde que hoje quando percebo que falo de mim- mal me reconheço!

Muito bom seu texto!

Espero que possa vir e conhecer meu blog!

Abraços!

Graça Pereira disse...

Quem caminha há-de sempre chegar a algum lado, mais cedo ou mais tarde...mas que o tempo, talvez demasiado longo, não te impeça de olhares com ternura a flor à beira do caminho, a água que cai serena da nascente e o pássaro que cruza o espaço infinito...Verás que o caminho, é muito menos agreste.
Beijo amigo
Graça

JUAN FUENTES disse...

actualmente nos queda nustra sombres,pero ésta también desapareceran
Saludo JUAN

JUAN FUENTES disse...

Muchas gracias por pasarte por mi blog

Saludo JUAN

Marcia disse...

vim deixar um beijo!

Graça Pires disse...

Talvez voar...
Um excelente texto!
Beijos.