quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Café da manhã


ansiedade por dormir,
trocar realidade por, mesmo
que embaçados, sonhos,
dos quais eu não queira fugir.
voltas e voltas na cama,
infindáveis, eternas
e o despertar de rotina...

na boca o gosto de mel
e o mais poderoso veneno,
acolhendo o tapa do dia no rosto
e seu clarão na janela,
amargo café da manhã...


ilustração retirada do blogue coffeanddreams

13 comentários:

Solange disse...

boa noite Fred..
tudo lindo por aqui..

bjs.Sol

Por Amor disse...

muito bom Rangel meu querido...muito real... o eterno Day after...Faz parte da vida ...Com um grande e querido abraço Pedro Pugliese

Tania regina Contreiras disse...

Penso que nos sonhos a realidade se mostra mais ...real! Ainda que a linguagem seja, muitas vezes, inacessível. Dormindo, simplesmente SOMOS.
Abraços,

marlene edir severino disse...

Sempre imprevisível
(por mais planos que se faça)
será o dia

Quem sabe agridoce

Abraço, Rangel!

Lu Nogfer disse...

Olá Rangel!

Por vezes tb gostaria de trocar a realidade pelos sonhos. Mas que sejam sempre pelos sonhos coloridos!

Nessa linda tarde de primavera, trago-lhe flores silvestres e um cafe um pouco mais doce que o do "dia a dia"!Aceitas?rs

Feliz primavera!

Beijos!

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido amigo

Por vezes o amanhecer anoitece no nosso olhar...acinzentando a manhã.

Um beijinho
Sonhadora

Magia da Inês disse...

º°♫♪º°
Passei para conhecer o seu blog.
Amei a sua poesia. Leve, sensível e criativa.
Boa semana!
Beijinhos.
♫♪♪¸.•°`❤彡

Nel Santos disse...

Sua poesia é uma delícia de se ler! Gostei muito!

Bom resto de domingo!!!

Abraço,

Nel

Mery disse...

Já te sigo faz tempo, estava ausente "perdi de vista...Nem sei se me segues. Te vi no Blog da minha amiga Nel e, então vim te ler; percebi q sigo você ...rs
Adorei a poesia"amargo café da manhã"
e na boca o gosto de mel (?
Então, de noite o doce veneno da paixão; delícia!
beijinho. Boa semana!

Catia Bosso disse...

Lindo poema!



bjsMeus

Catita

D. Garcia disse...

Sonhos são bons; mas quando se tornam caminhos para a fuga da realidade, passam a ser como faca de dois gumes: se por um lado decepam os tentáculos da ansiedade, por outro, podem degolar o prazer.
Belo poema! Por aqui sempre uma perfeita reflexão!
Abraços. Daniel

Evanir disse...

Bom Dia quase chego para o café.
Uma linda semana beijos,Evanir.

Nádia Santos disse...

Que suas noite volte a ter lindos sonhos, que despertes feliz para a vida e que seu café da manhã seja doce como mel. Obg por me seguir. Te desejo muitas felicidades e parabéns pelo blog.