segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Diferenças


Bate o mar, agressivo, nas indefesas 
pedras,
há séculos...
Eterno castigo pela imobilidade.
Diferença fundamental entre
mar e pedras.

Como se impossível fosse
amores tão diferentes!




imagem obtida em fotosefotos.com

4 comentários:

Ateliê Tribo de Judá disse...

Meu querido mais uma linda poesia vinda de tuas inspirações.

Nos perdemos ou nos encontramos nas diferenças, tudo depende apenas se existe amor.

Beijos
Joelma

marlene edir severino disse...

Entre opostos
há atração

Abraço, Rangel!

Valéria disse...

Rangel, sim, as diferenças atraem... e mto... e fazem sofrer, e doem... mesmo com todo o amor possível.
Lindo o poema, linda a ideia das diferenças.
Um abraço,
Valéria

Nádia Santos disse...

Creio que está ai a grandiosidade do amor, amar o diferente. Vc sempre com poemas cheios de profundidade. Um bj