terça-feira, 22 de outubro de 2013

Sede


bebo todo o suco,
luminoso,
desta manhã
e sinto o sabor,
amargo,
da tua ausência.
por onde arde,
será,
teu açúcar?



imagem obtida em funnyamandita.wordpress.com

4 comentários:

Ateliê Tribo de Judá disse...

Olá meu querido,já diz um velho provérbio:

"Beber a grandes tragos extingue a sede; beber em pequenos goles prolonga o prazer da bebida. Assim é também com relação ao prazer do amor. E com tudo o mais na vida."

Beijos molhados
Joelma

Nádia Santos disse...

Essas ausências tão presentes... Um bj

Valéria disse...

Saudade, poeta, o nome dessa Sede é saudade.

Maria Rodrigues disse...

As ausências têm sempre um sabor amargo.
Um abraço
Maria