domingo, 10 de novembro de 2013

Cúmplice


Cúmplice do sol, que a estas horas,
nem deu as caras,
cumpro o rito de te buscar,
revolver palavras, sonhos,
de me ver perdido,
inquieto, sonhar.

Cúmplice dos teus caminhos,
não importa a hora,
não importa lugar!



imagem obtida em ultradownloads.com.br

10 comentários:

Maria Rodrigues disse...

Somos cúmplices da vida.
Adorei a sua forma tocante e bela de escrever.
Um abraço
Maria

Ateliê Tribo de Judá disse...

Olá meu querido poeta,
O sucesso de um relacionamento está na cumplicidade mútua que fortalece e eterniza sentimentos.
E antes que o dia seja noite, os problemas se resolvem e encontramos no abraço de quem amamos o sonho de uma vida.
beijos
Joelma

Janice Adja disse...

Palmas!!

Eloah disse...

Olá poeta sonhador!A cumplicidade faz parte da caminhada. Nas esquinas da vida há encontros e desencontros, mas todos fazem parte da nossa história.Escrevestes lindamente! Abraços Eloah

Valéria disse...

Cúmplices, assim temos que ser, um com o outro.
Bonito poema.
Valéria

Nádia Santos disse...

Nem sempre o sol trás tudo que desejamos.... Um lindo poema Alfredo.

Jossara Bes disse...

Encantadora e terna cumplicidade!
Linda poesia!
Beijos!

Ser em construção disse...

No correr das horas
No passar dos tempos
E eu sem saber como descrever
essa cumplicidade entre você e as
palavras.

Cumplicidade pura.
Inté...

Maria Eu disse...

Todos os caminhos levam a quem amamos.

Beijinhos Marianos! :)

Vivian disse...

...beijos cúmplices,
SEMPRE!