quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Espelho


Diante daquele velho espelho,
inclemente,
na dobra da minha pele, encontro,
escondida,
tua presença.

Diante daquele mesmo espelho
onde,
sorridente,
você se vestia,
se maquiava,
se admirava.

Para mim!


Ilustração: 04olx

8 comentários:

Carla disse...

Neste caso o espelho reflete a saudade... ele pode ir muito além da imagem!


Bjos

Raoni Moura e Carolina Zuppo Abed disse...

Vi, nesse espelho, refletido trecho do meu passado. Poesia é bom, mas machuca meu caro poeta!

Anne M. Moor disse...

Meu poeta!

Tenho um espelho tão parecido com esse aí...

Que poema lindo... Ainda espero um livro de poemas divididos por fases para me deliciar!

Beijos matinais
Anne

Gislãne disse...

REFLEXOS DA SAUDADE!

:)

Graça Pereira disse...

E diante do velho espelho...o amor se repete!
Beijo
Graça

contagotas disse...

Que bom ter alguém que, diante do mesmo espelho que nos mostra as dobras de nossa pele, se embleza para nós.

Bonito o seu poema!
bjos
MariaIvone

armalu disse...

Eu, como a Anne e muitos mais estamos à espera que nos digas (vai sair o meu livro) desde já conta que serei tua seguidora e comprarei todos.
Livros à parte:
Se esse espelho te traz tantas lembranças, se consegues reviver tanto, porque não lhe dizes, que ainda a amas...

Danoca pin disse...

è no espelho onde se reflete nosso verdadeiro eu!!