sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Devaneio


Sentava-se ali ao sol,
mal este despontava
e deixava que o dia
escorresse por suas mãos,
por seus olhos,
pelo resto de sua alma.
Parecia fazer parte da
natureza à sua volta.
Sua voz,
tal qual o silêncio absoluto,
ecoava mais do que
se gritasse.
Seu olhar,
fixo no passado,
já não brilhava mais.
A vida, como o vento,
estava muito longe...


Ilustração: unpuntodereflexion

9 comentários:

Valéria disse...

Rangel,
que 2011 chegue carregado de alegrias, realizações e grandes emoções. Sem esquecer de mta inspiração, pra continuar fazendo diferença nos meus dias, esse seu blog.
Com carinho
Valéria

Maria disse...

Feliz Ano Novo, meu poeta inesquecível.

Lu Nogfer disse...

Hoje é o ultimo dia do ano de 2010 e daqui a algumas horas o novo ano se inicia!
Nao poderia deixar de passar aqui para lhe desejar uma lindissima passagem junto a sua querida familia!
Muita saude, paz, amor, harmonia, prosperidades, sonhos realizados e um milhao de outras coisas boas nesse novo ano que desponta!
E o principal:Deus no coraçao!
Sempre!
Esta é a minha sincera oraçao a voce e a todos os seus!

Um esplendido 2011!

Com amor e carinho!
Lu

Vivian disse...

...meu querido poeta,


"O laço que une a sua
família verdadeira não
é de sangue, mas de
respeito e alegria
pela vida um do outro.

Raramente os membros de
uma família se criam
sob o mesmo teto."

Richard Bach [Ilusões]


...eu penso que na blogosfera
também é assim, um lugar onde
fazemos tantos amigos/irmãos,
atraídos pelas afinidades de
alma.

e é em nome desta afinidade
que eu estou aqui desejando à
você que sempre esteve comigo,
um felicíssimo 2011, ano em que
se Deus quiser, também estaremos
juntos nos caminhos do amor!

bjbj

Anne M. Moor disse...

Rangel

Que o 1.1.11 seja um sinal para trocar o olhar fixo no passado, para algum lugar no horizonte pra frente...

Grande beijo
Anne

Mahria disse...

Não existe brilho no olhar, ele estando fixo no passado. Poema triste amore...Mas eu gosto.


Feliz Ano Novo para você também. Ainda dar tempo né?


Bjs
Mah

MariaIvone disse...

Quando o passado se afasta apaga o brilho no olhar.
Antes que isso aconteça desejo-lhe um excelente ***2011*** pleno de felicidade, alegria e alguma fantasia.

Bj

Graça Pires disse...

"Sua voz,
tal qual o silêncio absoluto,
ecoava mais do que
se gritasse."
Há vozes assim...
Um belo poema.
Beijos e Bom Ano de 2011.

Janine Bettencourt disse...

Rangel,
desejo que este novo ano seja repleto de alegrias e que a solidão seja preenchida com um pouco mais de carinho, amizade.
Beijo,
Jana