domingo, 20 de março de 2011

Penumbra


Gastava parte da noite ali,
sozinho,
como se pudesse impedir que a vida
seguisse,
como se pudesse fazer o mundo diferente,
do seu jeito.

E mergulhava nas águas da noite
tórrida,
nos sonhos de quem não dorme.
Nunca!

E tudo fazia sentido.
Sobretudo assim,
na penumbra...


Ilustração: 2.bp.blogspot

21 comentários:

Valéria disse...

Rangel,
td faz sentido, qdo inventados e organizados por cada um de nós, como os sonhos (acordados) td se encaixa: cd gesto, cd fala..., td.
Adorei, "Penumbra".
Carinhosamente,
Valéria

Chris... ჱܓ disse...

Olá amigo Rangel.
Passando para te ler e desejar um feliz dia do blogueiro.
Uma semana de paz e alegrias para ti.
Bjos no coração.

Cantinho She disse...

Obrigada e feliz dia do blogueiro pra vc tb! Lindo, o seu post! Beijo, beijo!
She

Gisa disse...

Existem momentos em que conseguimos encontrar os sentidos, ainda que seja na penumbra
Um grande bj querido amigo

OceanoAzul.Sonhos disse...

Na penumbra e quase sempre no silencio, nos encontramos connosco proprios e aí, aí todos os sonhos nos são permitidos.

Abraço
OA.S

Dayse Sene disse...

A penumbra nos leva a refletir. principalmente momentos de tristeza profunda,quando nossa alma, nela se encontra.
É uma eterna introspecção do nosso eu, instigada pela penumbra.Um ótimo texto.
obrigada pela sua presença em meu blog. Uma bela noite.
Abraços.

marlene edir severino disse...

Introspectivo, poeta,
na penumbra...

Um abraço, Rangel!

Marlene

Anne M. Moor disse...

Rangel

As incertezas ou a penumbra da vida são melhor entendidos em momentos de silêncio.

Adorei o poema... muito...

bjos
Anne

Vivian disse...

...na penumbra afloramos
nossos sentidos,
deixando-os mergulhar
nas melhores sensações.

bjbjbj

Emoções disse...

O amor é a sabedoria dos loucos e a loucura dos sábios.

Letícia Campos disse...

A solidão que nos faz refletir e nos sentir na penumbra, solidão está necessária para construção de um ser humano incrível... adorei o poema

Debora Mota disse...

Parece que na penumbra tudo faz sentido quando se tem alma de poeta.

Lu Nogfer disse...

Lindas palavras meu querido poeta!

Se nao dormir aproveite a penumbra e escrevas tudo!E se for em sonhos,a manhã chegara docemente e te lembrará!

PS:Obrigada pelo carinho la na nossa casa!

Feliz dia do blogueiro!

Um beijo imenso!

Mari Amorim disse...

Rangel,
Vi,li,gostei estou ficando
obrigada pelo carinho,e pelas boas energias deixados em meu espaço!
Desejo-lhe bençãos sem medidas.
Um abraço,
Mari

Soraya Chaude disse...

Te Adoro ler. É nessa penumbra, nesse silêncio que nossas almas se encontram.bj

tecas disse...

Há dias em que na "penumbra" morremos para depois renascer.
Bonito poema, triste mas belo.
Saudações poética poeta Rangel!

Soraya Chaude disse...

já me encontras-te estou aqui.bj.

Tania regina Contreiras disse...

A penumbra é o instante onde todas as luzes se condensam...e a revelação se dá!
Beijos,

Malu disse...

Passar e ler teus belos poemas é um prazer, meu amigo!
Abraços

Sedutora AnNe disse...

Obrigada sempre por tuas visitas, é um prazer imenso ler-te, teus versos fazem bem a alma....
Bjussss no seu coração
Anne

joaoletras disse...

Rangel,
seus poemas me atraem-também- por esse lado narrativo.