sábado, 19 de fevereiro de 2011

Apenas!


Ser nada mais que lembrança
e fel,
saudades e lágrimas.
Traços lentamente esquecidos,
timbre de voz e
olhar perdidos.

Ser apenas o dia de ontem,
vento que se foi,
manhã enegrecida.
O gosto de ter sido...

Apenas!



Ilustração: gstatic

28 comentários:

R.B.Côvo disse...

Quase perfeito! Adorei esse poema. Abraço.

Runa disse...

a lembrança e a saudade estão sempre de mão dada, nesta viagem que se faz, passo a passo, dia a dia.

Abraço

Runa

Andreza disse...

...apenas...sentir que se fez presente...sendo fel ou mel...
bjks doce ♥

Female disse...

Tristes lembranças!
Beijos e Tulipas

Maria Luisa Adães disse...

Apenas isso é o que importa nos vários momentos em que vivemos.

Amei o poema! Escrevo poesia!

O encontrei em R.B.Côvo e tomei a liberdade de o visitar.

Maria Luísa

Maria Luisa Adães disse...

Venho agradecer o comentário ao meu poema e à sua amizade.Muito
obrigada.

Com ternura,

Maria luísa

Anne M. Moor disse...

Rangel

te reinventa nos sonhos possíveis.

bjos
Anne

Letícia Campos disse...

"O que a memória ama, fica eterno.
Te amo com a memória, imperecível."
Adélia Prado

Uma lembrança pode significar mais que uma lembrança, quando é algo que a memória amou é imperecível, mesmo que fique apenas o gosto de ter sido, se ama ainda o que foi um dia..."

Obrigada por passar pelos meus fragmentos =D

Márcia Luz disse...

Mas... há sempre a possibilidade do amanhã!

Cria disse...

Excelente postagem, poeta amigo !! Meu carinho e o desejo de um domingo super feliz.

Priscilla Cavazzotto disse...

Ola!
Obrigada pela visita e pelo carinho!
Te acompanho agora!
Beijos meus

Luna disse...

Que belo! Bravo!!!

BEIJOS!

Luna

Mona`s Seelenwelt disse...

Realmente grande poema!
..eu gosto muito

Iracema forte caingang artista plástica indigena brasileira disse...

Continuando
Estes posts
ainda acho maravilhas em mensagens e colho palavras que quero semear.
Mil beijos

yasmim disse...

obrigada !
gostei muito do poema (:

Clover disse...

Lindissimo. Adorei a sua poesia. Vim pela parte da amiga Maria Luísa Adães e realmente em boa hora pois adorei. Vou seguir o seu blog posso? Um beijo grande. Boa semana.

Fernand's disse...

ou a saudade de ter sido...




bjsmeus

Sandra disse...

Apenas???E não é já tanto?
Beijo

Sii Thomazini disse...

Adorei seu blog. E obrigada pela visita.
Estou seguindo-te.

Uma ótima semana

Beejo

Chris... ჱܓ disse...

Se chegou a ser saudade, é porque um dia chegou a ser algo.
Saudade é tudo aquilo que fica.
Mas o que ficou, na realidade, é apenas o querer de ter sido muito mais...
Só isso apenas...
Sempre queremos mais, é próprio de nós seres humanos.
Mas o importante é que chegou a ser.

Lindo poema!
Perfeito! Adoro estas escritas carregadas de amargura... rsrs

Bjos amigo!!

Ítalo do Valle disse...

Nestas suas palavas o apenas é imenso!

Um grande abraço

Luna disse...

obrigada pelo carinho em meu espaço!

Tenha uma linda semana!

Beijos,

Luna

Maria Luisa Adães disse...

"Apenas!"

"ser mais do que lembrança
e fel
ser apenas o dia de ontem"...

Seu poema é uma longa rua
por onde passa a angústia
ouvindo os ruídos subterrâneos
nas portas das casas,
no silêncio morno do meio-dia
e da noite vazia.

Belo de morrer!

Maria Luísa

OceanoAzul.Sonhos disse...

É com lembrança e saudade que revivemos coisas e pessoas que nos disseram muito.
Parabéns pelo blog.
Abraço

OA.S

Valéria disse...

Rangel, saudade é vida!
lembranças tb!
adorei isso...
Valéria

Graça Pires disse...

Um poema triste a pedir que se reinvente a vida...
Beijos.

OceanoAzul.Sonhos disse...

Deixei um selinho para si no meu blog...
Abraço

OA.S

Milene Souto disse...

É sempre díficil nos transformarmos em saudades... em página virada, na vida de quem amamos... lindo poema, beijos e obrigada pela visita em meu blog, até.