segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Camponesa

Enquanto conduz seu barco
pelos mares que a camponesa
conhece,
vai o barqueiro seguro
de que não há águas
como estas...
E fica a camponesa
a sorrir:
não há, ela sabe, 
barqueiro mais diligente...

De resto e
tão simples,
caules, hortas, gardênias,
mares,
prazeres que a vida
descobre...


ilustração: t1.gstatic

16 comentários:

OceanoAzul.Sonhos disse...

Simples mas, como todas as coisas simples, belo.

Um abraço
oa.s

marlene edir severino disse...

E precisa mais?

Nem de tanto, mas se intenso...

Beijo, Rangel!

Lu Nogfer disse...

Simples assim!
Adorei!
Sensivel como voce!

Beijos!

Gisa disse...

O barqueiro sabe onde vai.
Um grande bj

Artes e escritas disse...

Pescadores do poema ingênuo. Um abraço, Yayá.

Anne M. Moor disse...

Life is what we make of it... Right?

beijo Rangel

tecas disse...

De uma simplicidade surpreendentemente bela, se faz um divinal poema.As palavras têm vida própria. Maravilha. Uma bela homenagem à « camponesa».
«resto e
tão simples,
caules, hortas, gardênias,
mares,
prazeres que a vida
descobre...».
Uma vénia poeta.
Saudações poéticas.

HELO disse...

Na simplicidade, a intensidade de teu versejar.Poema sensivel, delicado,romantico!
heloisa crosio

www.intensosomomentos-helocrosio.blogspot.com

www.helocrosio-haikais.blogspot.com

Patrícia ♥ disse...

Tem selinho pra vc no meu Blog (:

Beijoos!!

http://pathyoliver.blogspot.com/2011/08/600-seguidores.html

Vivian disse...

...como você consegue
tamanha maravilha
com tão simples
'imagens'?

beijo tua alma
divinamente
poética!

Eloah disse...

De resto e
tão simples,
caules, hortas, gardênias,
mares,
prazeres que a vida
descobre...
Amei! Amei teu Post.Poema lindíssimo.Na sua simplicidade é música, é beleza, é encanto é alimento para a alma.

Zezinha Lins disse...

E são nestas coisas simples que encontramos as coisas mais belas. Lindo e meigo poema.
Beijos!!

Marcia disse...

Vim te ler poeta e deixar um beijo!

Graça Pires disse...

A camponesa e o mar... Há um marinheiro em terra?
Beijos.

MARILENE disse...

Prazer na simplicidade e na confiança. Muito belo!
Bjs.

Vanuza Pantaleão disse...

"...caules, hortas, gardênias..."

Também estou nessa, Rangel!Bjs