terça-feira, 16 de agosto de 2011

Luar


Não basta a claridade
da lua para impedir o
total negrume na noite...

Sem o brilho dos teus olhos,
de nada serve o pobre
luar...


ilustração: t3.gstatic

8 comentários:

Gislãne Gonçalves disse...

Lindissimo

Eu estou a passar por isto.

:)

Nanda Assis disse...

haa q triste!!

bjos...

Zélia Cunha disse...

Olá, amigo.
O luar também me fascina, me atrai.
Bjs.

Graça Pires disse...

Muito belo! Não há nada que possa igualar a luz de um olhar...
Beijos.

MM - Lisboa disse...

UAU!

Eloah disse...

Quando a saudades bate nada tem brilho e importa.Compartilhar é que importa.Belo poema! Parabéns poeta.Forte abraço Eloah

Marcia disse...

Belissimo post Rangel deixo um bjo!

Lu Nogfer disse...

Lindo!!!

Beijos!