sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Sobrevivo


e deste mundo
torpe
carrego sorrisos falsos,
finas ironias e
apuradas grosserias.
tenho aprendido
truques e
diferentes disfarces
que me tornam
habitante hábil
desta selva
salva...
... que me deu você!


ilustração: t3.gstatic

15 comentários:

Célia disse...

... é amigo... sobreviver nessa selva de falsidades só mesmo sendo muito hábil!
[ ] Célia.

Artes e escritas disse...

O bom é conseguir sobreviver sendo bom. Um abraço, Yayá.

Eloah disse...

Somos todos sobreviventes!Tecer com carinho e habilidade novos caminhos cabe a nós.A vida tem muita coisa boa para oferecer, basta abrir portas e janelas para deixar acontecer.Bjs no coração Eloah

Amapola disse...

Boa noite.

É tão ruim a espontaneidade perder para o jogo de: "cartas na manga..."

Mas é isso mesmo... SELVA!

Um grande abraço.
Maria Auxiliadora (Amapola)

marlene edir severino disse...

Nem tudo está perdido então:
a selva salva
o teu "você"

Andreza disse...

Hj venho pedir sua participação com o intuíto de incentivar as crianças num projeto de vôlei:
http://voleiemrede.blogspot.com/...sua presença no blog é um ponto a mais neste set!
Obrigada...Andreza

Anne M. Moor disse...

Rangel, poeta da vida!

A selva poderia se tornar um parque cheio de flores...

beijos e bom domingo
Anne

M. Nilza disse...

Olá, Rangel!

Cada vez que entro aqui fico mais impressionada com sua facilidade em escrever com tão poucas letras um poema profundo e lindo! Parabéns mais uma vez.
Bom domingo é ótima semana pra vc
Beijos

Gislãne Gonçalves disse...

Finas ironias são sempre bem vindas!

:)

Beijos

katita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
katita disse...

...
oi td bem???? agradeço o recado e o carinho amei seu blog boa semana!!!!!vou sempre está aqui bjs katita.

armalu,blogspot.com disse...

Alma tua, jamais será falsa, jamais se esquecera de coisas lindas, que formaram tua vida.Vai minha alma em alma tua, meu amigo companheiro, tua alma é linda.

Ailime disse...

Amigo,
Um poema belo de tão verdadeiro!
Não é fácil "sobreviver" neste mundo por vezes tão agreste para quem apenas deseja Paz.
Um abraço.
Ailime
(Entre sem pedir liença, mas gostei muito dos seus poemas)!

Nara Rios disse...

"torpe...finas ironias...apuradas grosserias". Amo palavras, e você sabe empregá-las muito bem. Nara.

GEUZA MARIAH disse...

ESTOU ENAMORADA DO SEU BLOG! AMANDO SE CANTINHO... BJS ESTOU SEGUINDO.