terça-feira, 10 de abril de 2012

Escolhas


Melhor o vento frio
machucando meu rosto,
a chuva forte nos
cabelos,
que o conforto de uma
casa vazia e
uma ausência inteira
para se ouvir...


Afinal,
únicas escolhas que
me restam...




imagem retirada de desvaneiosinterativos.blogspot.com

7 comentários:

Valéria disse...

Rangel, poema triste.
Solidão pura.
Valéria

Valéria disse...

Rangel, poema triste.
Solidão pura.
Valéria

Anne disse...

Rangel

Por isso que gostei tanto de viajar de moto!

Triste poeta...

beijo grande
Anne

Mara Ribeiro disse...

Escolhas sempre vem com mudanças. Escolha ser feliz!
Bjo no coração.

Michelle disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
armalu,blogspot.com disse...

Amigo querido , que tens agora? abraço amigo repleto de ternura minha alma em alma tua Beijo Fred

Confesso disse...

Amado...

Sempre há novas e deliciosas escolhas, sempre...

Beijo