terça-feira, 1 de setembro de 2009

Dias


A soma dos meus dias,
os longos e os curtos,
não modificam os teus.
A mistura de nossos dias,
todos os que passamos juntos,
mexem sim com nossos sentidos.
Foram muitos, foram poucos,
bons e maus.
Foram vida, afinal.

Que seria da minha vida
sem eles?
Que seriam deles
sem você?!

Ilustração: ead.pt

13 comentários:

Paty disse...

Quando li o seu poema, só consegui enxergar o "amor", como deveria ser...

Vivian disse...

...meu Deus!

benditos dias que nos
deram o poeta e a poesia...

terno beijo!

Sonia Schmorantz disse...

Perfeito! Benditos dias assim..
um abraço

Sueli disse...

Envolvimento, ternura e encantamento é o que vejo nesses mágicos dias...

Mline disse...

Cumplicidade Amor o que seria de nós sem esses dois elementos.Lindo.
Até breve.Abraços

Graça Pereira disse...

Os dias são sempre lindos com o amor e tu fazes desses dias o mais lindo poema de sempre . Um bj Graça

Valéria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Valéria disse...

Rangel, bom voltar a ler seus versos.
Como sempre mto significativos... mto plurais... e mto agradáveis.
Dias, é isso: vida.
A vida é feita de dias bons e/ou ruins, de pessoas que nos preenchem e nos completam, de prazer, amor e "vida"!
Mto lindo!
Valéria

Anne M. Moor disse...

A vida que encontramos em cada dia alimenta o andar por ela... Rangel que poema lindo!

Beijos

Anne M. Moor disse...

Rangel

Vai em http://jlemos.blogspot.com/ pra ver que poema magnífico...

Bjinhos

Sônia Brandão disse...

A mágica do amor transforma os nossos dias, ilumina a nossa vida.

bjs

Wanderley Elian Lima disse...

Só passei para conferir e amei.
bjs

Mahria disse...

Eu q tanto proclamo q ja não acredito no amor carnal, qdo me deparo com vc, fico tão confusa afinal...

Bjinhos em Ti
Mah