quarta-feira, 8 de abril de 2009

Delicada

Delicada

Pétalas tão delicadas,
pálidas até.
Sensíveis, tão finas.
Parece que não resistirão à próxima brisa...

Flor perfumada.
Tão doce seu perfume, quando com atenção tratada...

Plantada em cada coração,
exige que percebamos que pede todos os cuidados do mundo
para que não se apague,
seque,
murche.

De que espécie esta flor?
Não falo de flor,
falo da vida.


Foto: www.ideotario.com/blog2007_flor46.jpg

19 comentários:

Efigênia Coutinho disse...

"Delicada"

Que momento lindo entrar neste espaço ver a bela fotografia e ler o belo poema, eu ja estava mesmo com saudades deste seu recanto das letras, adorei hoje passar aqui.
DEIXO UMA PÁSCOA DE LUZ

Efigênia Coutinho

Lobodomar disse...

Boa noite

Puro sentimento, exposto através de um lirismo moderno. Adorei o poema.

Parabéns, Poeta.

Vivian disse...

...ela é linda.
ela é delicada.
ela é perfumada.
ela é sedosa...

ela é feminina,
e é azul como
meus olhos cor-de-mar...rss

bjuss, lindo

Maria Inácia Bellico disse...

Vida delicada, que deve ser cuidada, para prosperar. Lindo o teu texto!

Uma feliz páscoa pra ti.

Bjim*

Anne M. Moor disse...

Rangel querido!
Que maneira poética e linda de falar da vida. Essa vida que nem tão delicada é. É FORTE pra enfrentar os ventos que surgem e delicada pra dar um prazer ímpar... Nénão???

Como sempre teus poemas me emocionam!

Beijos de Páscoa :-)

paula barros disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Úrsula Avner disse...

poesia linda e delicada como as pétalas que voce descreve em seus versos. Obrigada caro autor por sua gentil visita. Volte sempre ! Continuemos a manter contato e nos motivar uns aos outros em nossa escrita poética. Abraços e um ótimo feriado !

Mariana disse...

Amei!

Palma da Mão disse...

Lindo, adorei, a vida enquanto pétala, ou a mulher enquanto fonte de vida...de qualquer das perspectivas, ficou lindo, adorei mesmo
Beijinhos e uma quadra feliz
Liliana

Nydia Bonetti disse...

Rangel
Esta flor povoou as varandas da minha minha infância. Não posso vê-la sem sentir saudades.
A flor da vida é mesmo frágil. É preciso cuidar. É preciso regar. É preciso que haja sol...
Beijo.

Doroni disse...

Rangel

a realidade da vida & amor em
"Delicata"
Tudo se resume numa flor
adorei!

lembrei do meu poema

Fragilidade

" o amor é frágil
tal qual a rosa e a vida
um vento forte
despetala a rosa
um amor ingrato
despedaça a vida

bjs
Doroni

Valéria disse...

Rangel,
Cuidar e nutrir a vida todos os dias com esperança e sonho.
Os sonhos renovam a vida!!!
Adoro seu blog. Essse seu espaço melhora meu dia.
Obrigada.
Valéria

AC Rangel disse...

Valéria
Vc é muito generosa. Se meu blog alegra seu dia, como vc diz, ele já alcançou o que eu queria. Agradar as pessoas.
Eu é que te agradeço e envio um beijo muito carinhoso.

AC Rangel disse...

Mariana
Vc é a flor mais valiosa e que merece toda a atenção. Mais valiosa que a mais valiosa das orquídeas. Tem de ser bem cuidada.
Ouça "Here, there and everywhere".
Vc vai amar.
beijo

Flor da palavra disse...

Poesia linda e delicada como uma flor!
Feliz Páscoa!
Beijos

{Amar Yasmine}_DEXPEX disse...

Um Natal, eu estava muito triste. Minha filha, tentando me alegrar, disse:
_Mãe, vem ver que linda árvore deixaram lá fora pra nós.

Eu não queria sair da cama, tamanha a depressão. Mas, não resisto a um animal e à uma árvore.. e fui ver.

Era o meu Mandacaru que pela primeira vez floria. Flores brancas, muito delicadas, diáfanas... e minha tristeza se foi.

No dia seguinte voltei pra ver... estavam todas elas negras, murchas, no chão, que as flores do Mandacaru só duram uma noite..

Não voltei para cama. A natureza me ensinava quão efêmera é a vida.

Doces besos, Senhor!

Agradeço tua visita. *;-)

celina vasques disse...

Tudo que escreves é FANTASTICO!
teus versos, todos, absolutamente TODOS...são maravilhosos!
O teu Blog é um dos mais lindos , perfumados e ricos em palavras que já vi!
Beijos na tua alma de poeta e no teu coração!

Conceição Duarte disse...

"Delicada"

Fui buscar outras coisas suas...
Lindas está aqui é linda tb, e realmente como a flor, as vezes temos a impressão que somos frágeis ou que algo, alguém é frágil, mas não é... A vida é forte, embora se escorregarmos e caírmos no chão podemos morrer...
Mas é vida!
Bj, CON

Patricia M Duarte disse...

Bela poesia, profunda expondo bem os sentimentos! parabéns. Patricia Duarte