domingo, 19 de abril de 2009

Triste


Triste

Segue!
Não pare pra tentar explicar.
Justificado está
a partir da palavra adeus...
Palavras, agora, só te fazem perder seu tempo.
Precioso!
Teu olhar, aquele que eu achava quente,
já pode ser dado a outros amores.
Teu sorriso, a outras alegrias.
O meu tempo?
Acabou.


24 comentários:

Fabricante de Sonhos disse...

Palavras lindas e uma forma artística de escrever!
Parabéns pelo Blog!
Fico feliz por ter encontrado esse teu espaço.
Escreva... SEMPRE!

Beijo meu...

Fabricante...

Conceição Duarte disse...

Lindo e triste, pode acontecer com qq um de nós... Sempre acontece...
Bjus e bom final de domingo!
CON

O mar me encanta completamente... disse...

Rangel,
Você tem uma relação bem estreita com as palavras.
Linda e delirante criação este seu poema, querido.
Cada vez mais me torno cativa de seus versos;

Beijo-te com carinho.

Palma da Mão disse...

oi Rangel, que lindas e tão tristes palavras, cobertas de mágoa meu amigo, temos sempre tanto tempo...
Beijinhos
Liliana

Rosemildo Sales Furtado disse...

É Rangel, pra que explicar algo que já vem sendo explicado a tanto tempo mediante gestos e atitudes, quando se diz adeus é porque a decisão já foi tomada, e o final já está sacramentado.

Belo poema. Parabéns!

Abraços,

Furtado.

Ana Paula Bousquet disse...

Retribuindo a visita, gostei muito do seu cantinho.
Lindos poemas,escritos com muita sensibilidade.

Parabéns!!

Ana Bousquet

Tetê disse...

não, querido,
não se desfaça de um amor.
guarde-o,
sufoque-o...
mas não se desfaça dele
forte abç
.

Valentina disse...

Este poema é seu?
Virei fã.
Bjs

Iêda disse...

Triste, mas as palavras foram bem colocadas. Gostei da forma como escreveu.
beijo

vida cotidiana disse...

TRiste, tristeza. A alma às vezes reclama... quero só paz. Lindo texto parabéns. Virei fâ.

Anne M. Moor disse...

Fecha-se uma porta para abrir uma janela...

Lindo poema! Sentimento puro...

Beijo

poliana disse...

" Começar de novo e contar comigo... Vai valer a pena ter amanhecido..."

Um novo tempo pode começar sempre!

Lindo poema...

beijo...ma

' Josi Keller disse...

Brigadaa, e valeu ai por me seguir la
Significa muitoo pra mim
Valeu mesmo
E volte sempre e manda um comentario viu ? rsrs
Beijaoo

.

João Ferreira disse...

Quando escrevemos o que vai na alma muitas vezes nos expomos demais chegando quase a ficar transaparentes. Posso estar enganado, mas pude perceber seus sentimentos de grande tristeza pela perda -me corrija se estiver errado.

Forte abraço amigo,

João

Mariana disse...

Coisas tristes costumam ser as mais bonitas.
Contemplar é um prazer.

Nanda disse...

Lindo... apenas sentindo... e isto é o mais dificil, não as palavras, mas os sentidos implicitos delas...

gostei e virei fã...

Parabens por teu espaço!!

bjs

AC Rangel disse...

Mariana

Coisas tristes nos fazem questionar.
Nem sempre é bom questionar.
Muito bom te ver aqui.
beijo

Jac. disse...

Os poetas estão sempre
nesse despedir e abraçar infinito...

Venho lhe ver todo dia!

Carinhoso abraço!

*Silvia Alencar* disse...

Lindos os poemas...
Vim retribuir a visitinha...
Abraços...

Celamar Maione disse...

Também acho que quando o tempo ACABA é isso que devemos fazer.
Bela poesia !
Ótima foto.
Valeu pela sua visita e pelo carinho de suas palavras.
Grande beijo !

Vivian disse...

...se nada é para sempre,
por quê o amor teria que ser?

e explicações de nada valeriam
quando o que se vê é um brilho
de adeus no olhar.

beijos meus, lindo poeta!

Opuntia disse...

Tudo é dito com apenas cinco letras: "adeus". O fim e o início estão implícitos nessa palavra...

Bjos

ellen disse...

Que bonito!!! gostei pela sua simplicidade de poema. Parabéns.

beijinho

Bruno Scaloni disse...

Acabei de sair de um relacionamento,esse texto está muito real e presente hoje em minha vida.