terça-feira, 10 de março de 2009

Sonho dos puros

Sonho dos puros

Sonhei o sonho dos puros,
dos que mal conseguem
dormir.
Sonhei um sonho tão claro,
sem sombras, nenhuma cor.

Sonho de um novo prazer,
intenso,
pedaço de vida, de flor,
que nunca foram meus.

Sonhei o sonho dos puros,
e a noite nunca acabou...

14 comentários:

Poliana Rios Ramos disse...

Um sonho intenso em uma noite sem fim...
Que maravilha seria...

Lindo.
Sensibilidade e emoção à flor da pele.

Beijo..........maluquinha

gabyshiffer disse...

Lindo poema
adorei
Que vc tenha uma linda tarde
Beijos

Anne M. Moor disse...

Poema pra ser lido e lido e lido de novo... Emocionante o sentimento aqui contido!!!

Sonhei o sonho do delírio
prazer surpreendente e
arrebatador.

Sonhei o sonho das possibilidades,
dos desejos, e de muita paz.

Sonhei... E nao quero que a "noite" acabe...

Beijo

paula barros disse...

Existem vários tipos de sonhos, o sonhar me motiva, sempre. Mesmo quando sonho um sonho impossível, ou quando entro no sonhos dos outros...

Sonhe amigo, sonhe...e acorde para continuar o sonho.

abraços

Márcia Justiniano disse...

Acordo
Fecho os olhos e sonho
Sinto o sonho
Como se estivesse dormindo
Abro os olhos
Estou acordada.

Abçs

Diego disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diego disse...

Quem sabe sonhar transforma a realidade deixando-a suave e benéfica.
Belo sonho, belos poemas.

Serena Flor disse...

Meu querido, passando pra dizer que meu pc tá dodói e ficarei ausente por tempo indeterminado ok?
Assim que tudo estiver resolvido volto a te visitar e pra matar as saudades!
Um beijo enorme!

sagher disse...

e a noite assim nao acaba nunca

Eleonora disse...

Parabéns, quem me indicou seu blog tinha razão, seus poemas são lindos.

Todos queremos sonhar.

Beijos

neli araujo disse...

Sonhar é muito bom, AC Rangel!

Embora nem sempre deixe um comentário,é um prazer vir aqui ler teus poemas!

Abraços,

Neli

nydia bonetti disse...

Que lindo Rangel. Tão bom sonhar...
Beijo
Nydia

Mai disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mai disse...

Sonho dos puros...
Os sonhos não envelhecem...
Pisamos o chão mas em noites de muito cansaço são esses os sonhos que desejamos ter.

Beijos, querido.


Carinho,