domingo, 1 de fevereiro de 2009

Adeus


Adeus

Você
teus olhos, profundos,
sorriso misterioso,
palavras doces e,
de repente,
inesperadamente,
um adeus...

Teus olhos, disfarçados,
teu sorriso, ausente,
palavras amargas,
de repente,
definitivamente...
adeus!

6 comentários:

Jo Bittencourt disse...

Olá Rangel,

agradeço por ter linkado o Físsil Flor. q bom q gostou, fico contente.


Gostei do Alma Tua. A escolha das imagens com muito bom gosto e de igual modo os textos. Volto!


um abraço

Serena Flor disse...

Adeus é sempre triste não é mesmo?
Não gosto de despedidas e muito menos de dizer Adeus!
Beijo.

Toninho Moura disse...

Algumas pessoas dizem
"- Adeus!"
e reforçam com
"- Para sempre!".
É um erro!
Não existe adeus para sempre.
Só a morte o é!

Toninho Moura disse...

Veja conhecer o "Fragmentos de um Romance". O mais novo capítulo está de arrebentar!
Braços!

Mulher na Janela disse...

Querido Rangel, quando as coisas se vão com o vento, o melhor a fazer é aproveitar a brisa que fica. Atormentada e linda, a brisa que cheiramos quando a saudade lhe povoa.

Um beijo com cheiro de brisa.

ninon disse...

não é possível, que tanta inspiração não venha de um amor tão escondido!!! rsrsrsrsrs
mais não importa, o importante e que tudo que escreve é sempre muito lindo porem se não estiver vindo de uma amor tão profundo e oculto fica dificil de entender! pelo menos pra mim!!
eu prefiro te ver feliz e amando e sendo inspirado do que amargurado!