domingo, 15 de fevereiro de 2009

Te procuro

Te procuro

Te procuro
por entre caminhos,
os mais longos que já percorri.
Por entre olhares estranhos,
sorrisos e desconfianças.

Te procuro
por entre estrelas,
em noites sem lua, frias e escuras.
Por entre pessoas ainda mais frias,
carrancudas e ausentes.

Te procuro
por entre verdades,
tristezas, grandes e pequenas,
deslealdades apenas,
um modo de omitir, esconder.

Te procuro
noite e dia e,
simplesmente,
não consigo mais
te encontrar...

20 comentários:

Serena Flor disse...

Que poema lindo meu querido!
Te desejo um Domingo de muita paz e tranquilidade...beijos!

Mai disse...

A procura será a nossa eterna aliada na caminhada.

Talvez ai esteja a importância das utopias - crendo nelas, continuamos a caminhar...

Belo texto.

Mai

POETICAMENTE FALANDO... disse...

Rangel,

Muito obrigada pela sua visita...foi uma grata surpresa vir aqui conhecer o seu espaço.
Muito lindo!!Virei sempre!!

Beijos meus.......Reggina Moon

sagher disse...

e nao é a vida um eterno procurar?

O mar me encanta completamente... disse...

Vim te ler, conhecer teu cantinho, que por sinal é lindo e aconchegante.
Quero acompanhar.
Uma semana cheia de boas surpresas pra ti viu?

Meu carinho...

Glória

Efigênia Coutinho disse...

Te procuro
por entre estrelas,
em noites sem lua, frias e escuras.
Por entre pessoas ainda mais frias,
carrancudas e ausentes.

BELA POESIA, MEUS CUMPRIMENTOS, E AGRADECIDA POR SER UM SEGUIDOR DO MEU ESPAÇO POÉTICO, COM ADMIRAÇÃO, EFIGÊNIA

Maria.c.f.p.c@hotmail.com disse...

Amigos dos meus amigos são meus amigos tambem, vim retribuir....
Obrigada..

Rosa Choque disse...

Seu poema é tão profundo e tão sincero, que chega a doer...
Gostaríamos que você colaborasse com nosso blog, com comentários às postagens. Sua opinião é muito importante para nós.
Obrigada
bj

Elaine Siderlí disse...

Ei moço, não procure mais não...BUSQUE!!!
A busca é sempre melhor que a procura, enquanto eu procurava, apena so vazio eu encontrava, quando olhei-me no espelho e passei a buscar, um caminho infinito se mostrou a minha busca!

Vim retribuir a visita!Grata...passe mais vezes pelas palavras ao vento!
Seu poema é lindo sobre procura!

bjus.

Elaine Siderlí.

Insensato disse...

Bom ler seu blog e suas procuras. O ritmo, a delicadeza poetica. parabnes

Fátima Borges disse...

belo poema e muita sensibilidade.
Amei, vai para minha lista de blogs de minha página, se me permitir te seguirei.
beijos

Avassaladora disse...

"Te procuro
por entre estrelas,
em noites sem lua, frias e escuras."
Ah, meu amigo! Essas procuras... Quando será que elas terminam... Acho que nunca...
Sabe por que?
Porque quando a gente acha que encontrou...o objeto de nossa nossa procura simplesmente evapora...!

Um abraço
E beijos avassaladores!

Quem sabe nossa busca não
termina...rs

Adorei conhecer seu Blog...
Estarei sempre por aqui...
Com sua permissão.. é claro!...rsrsrs

Mai disse...

Voltei prá dizer-te que ponto final de uma frase abre caminho para o início deum novo período.

Abraços, dobrados.

Mai

manzas disse...

Entrar aqui, na tamanha beleza
Numa pagina que fermenta alegria…
É sonhar acordado e voar na leveza
De poetizar tudo… porque tudo é poesia

Uma semana de paz e alegria…

O eterno abraço…

-MANZAS-

paula barros disse...

Também procuro, da minha forma, por meus caminhos, por dentro de mim.

Gostei da sua forma de jogar com as palavras, com os sentimentos, entre o belo e o não tão belo, assim é a vida, assim somos nós.

Um belo poema, muito sentimento.

abraços

gabyshiffer disse...

"Te procuro
por entre caminhos,
os mais longos que já percorri.
Por entre olhares estranhos,
sorrisos e desconfianças."

Nossa divino poema...
Escreves divinamente
Espero que você ainda consiga encontra e que a procura termine bem
Obrigada pela visita e por me acompanhar, eu também te adicionei e agora não vou me perder de você
Que sua tarde seja iluminada e feliz!

luisa disse...

Obrigado pela sua visita.Gostei muito do poema.é lindo.

Foi um prazer conhecer o seu espaço.

docerachel disse...

Estupendo blog poetico.
Adorei conhecer.

Escrevendo na Pele disse...

E essa ausência declarada ficou mais linda ainda!

Iriene Borges disse...

O caminho se faz ao caminhar, e o encontro é uma eterna procura.

Abraços