segunda-feira, 18 de maio de 2009

Meu lugar

Meu lugar

Apesar do adiantado da hora,
aqui estou...
Como se madrugador fosse.
Como se nem tivesse ido...
Daqui não mais arredo pé.
Mesmo que se por instantes
eu tiver de ir,
nada mais lá me segura...
Retorno assim que puder .
E mesmo se não puder.

Largo tudo e venho!

Este sempre foi meu lugar.
Ainda mais agora
que este lugar é,
também,
teu lugar...

Ilustração: La Gioconda, de Da Vinci

5 comentários:

Anne M. Moor disse...

O lugar de escolha
chama
acolhe
encanta...

Poema ternurento e romântico
Parabéns! Teus poemas são vida pulsante...

Beijo

martinha disse...

Obrigado pela sua visita no meu blog, pelas palavras simpáticas que lá deixou.

Fiquei encantada com os seus poemas, irei voltar

Fica bem
martinha

joyce domingos disse...

olá....

belo poema meu queriiido^^

beijinho^^

Serena Flor disse...

Passando para ler teus poemas e matar a saudade.
Um grande beijo e quando quiser passa lá no meu cantinho ok?

Vivian disse...

...para os amantes da magia
que reveste as madrugadas,
toda hora é hora de colher
a sedução da lua, o brilho
das estrelas e o sussurrar
macio dos lábios amados se
abrindo em intensos beijos.

bj, menino poeta!