quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Doce invasão


Imaginei
todas as vilas e cidades,
próximas e distantes,
unidas,
esperando pela voz de alguém que,
escolhido pelo mistério,
revelasse o que de mais profundo
pode assaltar a alma do homem.
Vi, no sonho que se seguiu,
crianças iluminadas pelo olhar dos velhos
correndo em direção
ao mar,
trazendo de lá
todo o amor necessário para transformar
o mundo.
Há de chegar o dia
em que naus vindas do oriente, do sonho,
trarão, em doce invasão,
as crianças,
portadoras da voz tão esperada...

Ilustração: fatosquemudaramomundo

18 comentários:

Anne M. Moor disse...

RAngel
Que poema doce e lindo e cheio de paz!!! Tua poesia fica cada vez melhor...

Beijos

Vivian disse...

...e assim será, meu poeta!
e assim será!!!

ainda bem que voltastes
em grande estilo...

bj meu!

Sueli disse...

Que lindo é isso que você escreveu! Li diversas vezes e percebi que também podemos considerá-la uma metáfora se compararmos as crianças às nossas novas vidas, aquelas que se iniciam a cada renascimento nosso, trazendo consigo a experiência de etapas vencidas, cujo aprendizado sempre nos traz as respostas que procurávamos. (está meio confuso, difícil de explicar, mas espero que tenha entendido...)
Beijo grande!

Mline disse...

Essa tua primeira estrofe prendeu os meus pensamentos, imaginei o quanto bom seria se pudessemos compartilhar verdadeiramente.Bom seria compartilhar desse sentimento que assalta a alma humana. Até mais.

Alma inquieta disse...

Rangel,
que Alma linda!

Vi, no sonho...,crianças iluminadas...correndo em direção
ao mar, trazendo de lá
todo o amor necessário para transformar o mundo.

Como eu sonho com isso para o Congo e para o Darfur...!

Ainda bem que passei por aqui..., vou ficar!

Um beijo.

Karnel disse...

muio bonito mesmo, profundo...

Anne Lieri disse...

E as crianças,com certeza,salvarão o mundo!Lindo demais seu poema!Abraços,

Helena Figueiredo disse...

Linda mensagem, cheia de esperança.
É preciso no entanto, que nós adultos, pais, professores, todos os que de uma forma ou de outra participem na educação, consigamos depositar nem que seja só uma luzinha, naqueles que mais tarde poderão mudar o mundo, ou seja as crianças.
E o que se vê na maior parte das vezes é muita desilusão e baixo astral.
Saudações
Helena

Graça Pereira disse...

Já tinha SAUDADES TUAS!! Vim aqui sempre e aquela janela semi aberta não me dava notícias tuas... o regresso foi em grande com esta Doce invasão. Um bj grande Graça

{Åmar ¥asmine}_ÐEXPEX disse...

Lindíssimo, Senhor Rangel.

Essa deveria ser a voz de todos os homens. Tens o dom.

Sweet kisses

direitinho disse...

Gostei da ideia.
Um sonho que deverá acontecer e onde todos são construtores.
As crianças que fazem o futuro e os adultos que devem acompanha-las nesta construção de um mundo novo e melhor

laysa disse...

...e elas nos salvarão da nossa própria escuridão.

Adorei, sentir uma punhalada de esperança...
Visito seu blog sempre e até te adicionei, passarei mais vezes.
BeijO

em.forma.de.flor.zip.net
bomteversorrir.blogspot.com

EDUARDO POISL disse...

AMIGOS

«Mais que uma mão estendida
mais que um belo sorriso
mais do que a alegria de dividir
mais do que sonhar os mesmos sonhos
ou doer as mesmas dores
muito mais do que o silêncio que fala
ou da voz que cala, para ouvir
é, a amizade, o alimento
que nos sacia a alma
e nos é ofertado por alguém
que crê em nós.»


Desejo um lindo final de semana com muito amor e carinho.
Abraços

Valéria disse...

Rangel,
crianças, futuro, sonhos, realizações.
Crianças representam vida nova, sonhos realizados e futuro esperado. E o futuro é o agora....
Sinto vc feliz, parabéns!
Valéria

Paula Laranjeira disse...

Como sempre vc acerta em cheio nas palavras, na essência. Sútil, doce, suas palavras traz esperança, e uma saudade de algo que ainda virá...Parece canção de ninar. Me senti numa ilha em guerra a espera do soldado da paz...Sempre vale a pena degustar suas palvras...

Abraços Rangel

Sonia Schmorantz disse...

Boa semana !!
Repartir suas alegrias
é como espalhar perfumes sobre os outros:
sempre algumas gotas
acabam caindo sobre você mesmo!
abraço

LomiAyurveda disse...

Olá Rangel,

Muito bonita esta visão.

Entendo que devo deixar um pequeno registo da minha despedida do mundo virtual, deixei de ler ou comentar qualquer blog. Não, porque não sejam interessantes e sedutores, pelo contrário, até podem ser úteis e terapêuticos em alguns casos por um tempo. Mas porque me trazem á memória o momento mais difícil da minha vida e situações derivadas inesperadas que não consegui construír positivamente ou evitar e ainda agravaram.
Sinto uma tristeza profunda sem tamanho, nem fim, da situação, precisa ser cuidada de forma razoável e racional para não continuar a magoar os sentimentos de ninguém.

A vida para mim só teve sentido quando a vivi na realidade, é o caminho que quero proseguir, especialmente, se conseguirmos tornar a vida mais agradável e feliz a alguém, aos outros e a todos nós.

FELICIDADES

M. Nilza disse...

Bom dia!

Endossando a voz daas crianças!

beijos e boa semana
Tem um presentinho pra vc por lá.