domingo, 16 de agosto de 2009

Momento

Para dar fim a esta rotina,
posso muito bem inventar
a felicidade.
Ela virá vestida de rosa,
impecavelmente trajada
e, espero, ficará entre nós
para sempre.

Posso muito bem, também,
inventar um doce sorriso,
que combinará sempre
com esta tal felicidade.

Só não sei inventar o momento
em que tudo pode acabar!


Ilustração: gothic_silence

16 comentários:

Sueli disse...

Oh, meu amigo, ainda bem que você não sabe inventar esse momento. Aliás, acho que nem desejaria, não é mesmo?... O bom seria aprender a eternizar momentos felizes... Abração!

Mahria disse...

Doce Rangel
Eu vivo inventando felicidade. Embora ela acabe logo, é bom ser feliz ao menos algumas horas...


Bjinhos!!!

Graça Pereira disse...

Quando a felicidade acabar, inventa-se outra! E o meu amigo Rangel escreverá outros versos e eu tenho a certeza que a felicidade vinda de si vestirá sempre rosa!! Um beijo carinhoso Graça

Anne M. Moor disse...

Felicidade nada mais é do que boa saúde e memória fraca... :-) Não é algo que possamos inventar nem encontrar... É uma escolha! E mesmo que a escolhamos, ela insiste em se esconder, fugir...

Belíssimo poema, poeta dos sentimentos!

Beijão

Wanderley Elian Lima disse...

Mas não necessariamente tem que acabar.
Uma ótima semana pra você.
bjs

Majoli disse...

E nunca invente esse momento Rangel...e que os outros inventados, se tornem reais.

Amei essa poesia.
Beijos e linda semana.

Vivian disse...

...a vida é feita de momentos.

deixar de vivê-los pensando
no depois,
é deixar-se perder da plenitude
do agora.

um beijo, meu poeta!

Luis F disse...

Os meus parabens pelo blog e principalmente pela alma poética aqui registada.

Gostei de ler e de sentir o perfume das palavras

Luis

Lu Nogfer disse...

Linda poesia moço poeta!
Invente a felicidade...Ela pode ficar pra sempre se vc desejar.Invente o sorriso e sorria junto porque esse eu garanto.rs!
Fico sempre feliz em vir aqui!
Estarei sempre aqui!

Beijos sorridentes!

Pauline Machado disse...

Nossa!!! Perfeitoooo!!

Bem o MEU momento! :)

Um beijo

Valéria disse...

Poeta:
Inventar a felicidade.
Um sorriso que combine com ela.
Interessante.
Aproveitar os momentos felizes.
É isso...
E sabermos retirar desses momentos: felicidade, sorrisos e beleza. E se possível que nunca terminem...
Gostei.
Valéria

joyce domingos disse...

que lindo rangel^^


não precisa nem inventar o momento em que esta linda felicidade acabará^^


é um pecado fazê-lo^^


dei de sonhar lendo este poema....

lindo demais.....

Catarina Paula Camacho disse...

fantástico... lindo demais. fiquei aqui a divagar em suas palavras

Almirante Águia disse...

Grande luta entre a felicidade e a rotina, ou vem a trégua ou não haverá um sorriso no ato final.

Neste jogo temos somente duas chances: A felicidade rotineira ou uma rotina feliz.

Até mais

Serena disse...

Tudo é válido para ser feliz, nem que seja uma felicidade inventada!
Um grande beijo Rangel.

ONG ALERTA disse...

Nada acaba apenas troca de lugar...