sábado, 13 de junho de 2009

Lebranças


Me contento com este resto de sorriso
que você esqueceu nos meus olhos.
Respiro o mesmo ar que tua voz agitou
e sinto, ainda, aquele teu perfume de ousadia.
Na memória, ainda ouço tua voz rouca
e no peito ainda dói teu adeus.
E assim, parada no passado,
sem você,
minha vida não segue!


19 comentários:

•.¸¸.ஐBruneLLa França disse...

Os poemas que postas aqui, Rangel, me traduzem. E me fazem bater de frente comigo mesma.
É um choque... necessário.

Beijos e borboleteios

Anne M. Moor disse...

Rangel,
Nestes momentos que pareces estar passando, trazem atona a falta que esse alguém nos faz. Mas precisamos deixar que se vão em paz para que fiquemos bem...

Poema lindíssimo, profundo e tão cheio de sentimento!!!

Beijão

gislane disse...

\o/ maravilhoso
estou cada dia mais apaixonada pelos seus textos...
bjos

neli araujo disse...

Olá, Rangel!

Às vezes é necessário "Let Go!"

Só assim o "novo" conseguirá penetrar nas nossas vidas.

Lindo poema!

Abração,

Neli

Paty disse...

É lindo!!! e sentindo o seu texto na alma, chega doer. Dói ainda mais, qdo a gente acorda, e não tem mais na memória as boas lembranças do "amor".

Canto da Boca disse...

Uma beleza envolta numa melancolia e numa saudade que parece até que a vida é um sacrifício...
;)

Sonia Schmorantz disse...

Amigos são poemas…
Os verdadeiros amigos são a poesia da vida.
Eles enchem nossos dias de cores, rimas e risos,
nos seguram a mão quando caminhar parece difícil.
Mostram que mesmo em dias nublados o sol está no mesmo lugar,
e nos ensinam que a chuva pode ser uma canção de ninar
nas noites solitárias e vazias.

Um abraço em mais este final de semana, que tudo lhe
Seja bom...

Vivian disse...

..faça deste sorriso esquecido
em seus olhos,
porta aberta para um novo amor,
uma nova razão para que a vida
siga seu rumo.

beijo meu!!

Nanda disse...

Segue... apenas contentando-se...
como se alimento fosse...

lindo... perfeito...

beijos

Lu Nogfer disse...

Eu amo suas poesias.
Todas.
Vc escreve com verdadeiros sentimentos...

Lembranças sao boas,saudades sao tristes,
mas a vida...

"É morrer de rir...
É morrer de amor...
É morrer de ser feliz...

É viver...enquanto está vivo..."

http://wwwlufatima.blogspot.com/2009/04/viver-enquanto-esta-vivo.html#links

Siga em frente.A vida lhe espera!!

T gosto mt!
Bjoks

gercicristal.blogspot.com disse...

Olá Rangel...lembranças q me fazem sentir, amar e viver. Amei seu post fizeram embelezar mais meu domingo. abraços

Click disse...

Meu Deus, que poema enorme, Senhor! Lindo demais!

Paula Laranjeira disse...

"Me contento com este resto de sorriso
que você esqueceu nos meus olhos."
com estas palavras vc disse tudo...lindo.....muito bom ler sua poesia....abraços

Tainha disse...

lindo poema!

bons dias

Patrícia Kobayashi disse...

Mto lindos os poemas, um mais belo q o outro... parabens!

abraço
boa semana

Érica disse...

Romantico e inspirador.
Da esperança em um dia ouvir palavras tão doces.
Boa semana pra você.
:)

Sylvia disse...

Tão difícil dizer adeus a quem se ama! A distância que dói, as lembranças que teimam em aparecer...

Adorei seu espaço!

E, ah, sim, sou uma beatlemaníaca, daquelas que já foi até Liverpool, "beijar" aquele solo sagrado!

Bjs

Poesia Portuguesa disse...

Grata pela visita e palavras ao Poesia Portuguesa.

Já abri caminho para aqui através do link.

Um abraço e grata pela partilha.

Mahria disse...

Meu Deus do Céu. Coisa mais linda esse, "Lembraças",amor... Li reli, vou mandar pra "ele" porque parece que vc fez pra isso...

Obrigado!
Bjinhos!