quarta-feira, 17 de junho de 2009

Sou...


Sou assim...
Destruo palavras, construo sonhos.
Caminho por estradas de espumas,
abro os olhos da saudade e
crio sorrisos de mentiras.
Choro passados destruidos,
fecho portas e portos,
rumo em direção ao abismo
e lá construo meu ninho.
Honro glórias do passado
e zombo das do futuro.
Sou herói da resistência,
aprendiz de sonhador e
construtor de fantasias.
Sou poeta...
Imagem: Internet

14 comentários:

Érica disse...

Um grande poeta, em dúvida.
Beijos

Tainha disse...

Sim, um poeta.

1 bj.

Nanda Assis disse...

um dos melhores poetas que leio, por sinal.
saudades.

bjossss...

Paulo Braccini disse...

lindo lindo meu querido ... "Destruo palavras, construo sonhos" ...

parabéns ...

bjão ...

;-)

Anne Lieri disse...

E escreve poesias lindas para que os homens tambem possam sonhar!Abraços,

Anne M. Moor disse...

E um poeta dos bão!!! Um poeta que fala pras nossas almas. Que nos mostra a vida como ela é. Que oscila sentimentos profundos de uma maneira tão poética que até faz chorar... ou sorrir...

Você é magnífico!

Beijos

I believe disse...

Decerto um optimo poeta. Parabéns. Tal como o Paulo comenta "destruo palavras, costruo sonhos..." a frase mais apelativa sem duvida.***

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

A vida é um incêndio:
nela dançamos,
salamandras mágicas
Que importa restarem cinzas
se a chama foi bela e alta?
Em meio aos toros que desabam,
cantemos a canção das chamas!
Cantemos a canção da vida,
na própria luz consumida...

(Mário Quintana)

Desejo um lindo resto de semana com muito amor e carinho.
Abraços Eduardo Poisl

Úrsula Avner disse...

Bonito poema caro poeta. Agrupa em versos breves um universo de sentimentos e características próprias de quem faz da poesia um pedaço do seu mundo. Um abraço.

Valéria disse...

Rangel, o poeta.
Dono das palvras... fabricante de sonhos.
Aquele "que não é alegre e nem é triste,... é poeta".
E que excelente poeta... como poucos que já li.
Valéria

junior disse...

És realmente um poeta, um grande poeta. Esta de parabéns vc escreve mt bem. fico feliz em saber q ainda temos pessoas q escrever com esse seu garbo mais uma vez parabéns.

Depois da uma passadinha no
http://programacinelandia.blogspot.com/
vc vai adorar

Rosemildo Sales Furtado disse...

Honro glórias do passado e zombo das do futuro, agradecendo a DEUS pela sua luz, fazendo-me poeta para brindar as glórias do presente.

Oi Rangel, passei para te desejar muita paz, saúde e felicidades.

Abraços,

Furtado.

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

Rangel...

novamente agradecendo pela visita, por se colocar seguidor do Espiral...enfim, por poetares e "me trazer ao teu encontro", o que amei! Belos teus versos, "rumando ao abismo", que é o quanto o poeta mais vai, em busca do sentir inteiro. Te espero sempre no meu cantinho d'alma-blog. Bjs

Ariadna Garibaldi disse...

Estive a ler teus poemas. Gostei muito, especialmente este que diz tão bem do ser poeta.

Agradeço que segues o meu blog e por tudo o que li aqui, também passo agora a seguir o teu.

Bom domingo!