terça-feira, 9 de junho de 2009

Quando eu não mais acreditar


Numa destas manhãs,
quando o dia estiver bem frio
e você tão distante,
chamarei teu nome na neblina
e lá,
onde você estiver,
ouvirá meu chamado e, enfim,
acreditará no que duvidava...

Numa destas manhãs,
quando todos ainda estiverem dormindo
e você ainda distante,
cavalgarei até o fim dos tempos
e lá,
onde você não estiver,
depositarei flores onde te imaginava,
duvidando que um dia você tenha acreditado...

18 comentários:

Anne M. Moor disse...

Um homem que ainda manda flores :-)
Que abre portas
Que é romântico
e apaixonado...

Que ouviu teu chamado deve ser muito feliz...

Quero um homem assim pra mim :-)

Beijo

Wanderley Elian Lima disse...

Como sempre inspiradíssimo, bela declaração de amor.
Um grande abraço

Avassaladora disse...

Moço, vc anda cada vez mais apaixonada e apaixontante...

Gosto vc assim, mas romantico... mais vibrante...

Não aquela fase nmeio cinza...rs


Beijos!

Nanda Assis disse...

lindissimo. amor é assim.

bjosss...

Lu Cavichioli disse...

Oi AC, lindo seu blog viu? Goste imenso da poesia.

Espero sua visita, será um prazer.
abraços da Lu

Vivian disse...

...numa destas manhãs,
quando os primeiros raios
de sol começar a aquecer
o frio da tua ausência
em meu corpo,
fantasiarei então
receber teu abraço,
na certeza de que
não mais duvidará da minha
presença a te esperar.

bj, poeta!

fique bem...

Mahria disse...

Chame e mande flores, quando ainda acreditar...

Bjinhos!!!

Lu Nogfer disse...

Cheguei!Olha eu aqui de novo meu caro Rangel!

"Numa destas manhãs,quando o dia estiver bem frio e você tão distante,chamarei teu nome na neblina..."Isso é lindo!!Que poeta mais sensivel,mais apaixonado!!

Pisei nesse chao e nao qr mais sair nao é mesmo?rs!

Beijos

gislane disse...

lindo...parabens
amo seus textos..
bjk

celina vasques disse...

Querido poeta que lindo!!!!!!
Sensivel, romantico, transcendental...para além da vida!

Parabéns, quaisquer de teus poemas eu poderia deixar uma mensagem para dizer-te quanto são lindos...poéticos e profundos, escolhi este para dizer-te mais uma vez que aqui no teu recanto lindo eu me sinto dentro da POESIA!beijos meus!

Flávia Muniz disse...

parece um jarro de flores numa janela de sonho.


bj

Doroni Hilgenberg disse...

Rangel,
Sublimes versos.
Tão perto e tão longe...
O amor é mágico, é poderoso
quando crédulo e nos desafia a
ultrapassar fronteiras, mesmo que seja, no final, atrás do nada.
bjs
Doroni

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

Olá, Rangel...

vim agradecer por teres "me encontrado, me seguir" e, desta forma, possibilitar que eu também "te encontrasse,seguisse" conhecendo este teu espaço/blog tão lindo!
Obrigada pelo carinho que me faz tão contente!Aqui estou, aqui volveré muito e também te espero mais vezes no meu Espiral.
Grande abraço.

Rosane Oliveira disse...

Muitissimo envolvente esses versos...gosto de passear aqui!

Sonia Schmorantz disse...

Envolvente, acho que esta é a palavra certa, tão dificil elogiar sem parecer banal e sempre igual, mas é um poema lindo.
Um abraço

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Não devemos permitir que alguém saia de nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz.

(Madre Teresa de Calcutá)

Desejo um ótimo feriado,
um dia dos namorados com a pessoa amada,
e um lindo final de semana com muito amor e carinho
Abraços Eduardo Poisl

sagher disse...

o poema é simplesmente fantastico

Valéria disse...

Rangel, cuidar, mandar flores, gritar o nome... amar, amar mto.
Vc, sempre perfeito com as palavras, poéticas, profundas, cheias de vida...
Adorei!
Valéria