quarta-feira, 15 de julho de 2009

Eterna aventura

Embrenhe-se na mata, mais e mais.
Pouco importa o caminho, o percurso,
busque o eldorado sem cessar.
Não há luta inglória, nem heroísmo exemplar,
se na busca o empenho persistir,
sempre.

Escale montanhas, desça as encostas dos vales,
aqueles mergulhados nas sombras eternas,
onde os espinhos calam fundo,
ferem a alma.

E se no final de tudo, nos últimos momentos da vida,
perceber que nem saiu do lugar, não se assuste.
Saiba, assim é a vida.

Ninguém nunca chegou lá!

Ilustração: farm2.static.flickr

9 comentários:

Pauline Machado disse...

Meu querido escritor, como vai você?

Meu Deus, quando vi sua atualização em meu cantinho, logo me interessei pela "Eterna aventura".

Suas palavras me fizeram lembrar da minha vida e pensar em o que estou fazendo com ela.

Lembrei também que, em um show da minha queria Rita Lee, ao final, ela disse o que também poderia ser título para sua poesia.

DESEJO UMA VIDA CHEIA DE AVENTURAS A TODOS VOCÊS!

Achei fantástico e desde então, venho tentando fazer da minha vida uma aventura.

Mas pq é tão difícil?

Um beijo no coração, Lin.

Sonia Schmorantz disse...

É como se a vida fosse um rodar e rodar, e voltamos sempre para o mesmo lugar...
um abraço

Graça Pereira disse...

Olá Amigo
A limitação humana com a grandeza dos nosos sonhos... depois, a finitude de tudo, o cair do pano e as mãos vazias.Isto é vida! Bj Graça

Wanderley Elian Lima disse...

Meu amigo, viver é romper obstáculos é ter coragem.
Abração

Anne M. Moor disse...

Rangel,
A vida é uma engrenagem que vez por outra emperra! Aventura, se queremos, a fazemos nós. E as aventuras precisam de coragem sim, como diz um teu leitor aqui, mas sem aventura e sem coragem tendemos a não sair do lugar...

A rut, and I, personally, do not like ruts, I like the clouds and the stars... :-)

Gislãne disse...

esse eh meu novo blog infelizmente o outro rackearam...
:(
mas fiz outro prontamente
ainda bm que tenho meus textos todos digitados
o nome do blog continua o msm so muda o endereço
bjos

Lídia Borges disse...

Uma visão muito real do que é a vida, a luta, as dificuldades do quotidiano e às vezes... a decepção.
Tudo isto num belíssimo poema, em tão poucas palavras!

Obrigada por este poema e também pelo comentário deixadas nas minhas searas de versos.

Um beijo

Periquita disse...

Que grata surpresa! Palavras que se fazem mágicas. Excelente.. Parabéns. bjo

Sônia Brandão disse...

É essa busca que dá sentido à vida.
bjs