terça-feira, 21 de julho de 2009

Rosas

O espinho da rosa fere
e sangra e dói,
tal qual teu sorriso
triunfante.
Viver sem mim é possível.
Até mesmo para as rosas...
Ilustração: esgamoniz2

14 comentários:

Mline disse...

Avassaladora a dor que faz de nós ( im)perfeitamente humano.
Seus poemas são encantadores.

AC Rangel disse...

Obrigado Mline. Tua generosidade é que faz com que minhas poesias te agradem. Queria poder conhecer teu blog.
Obrigado.

Mline disse...

Meu blog em nada se compara com seu, onde suas palavras são a expressão mais sublime... Lá no meu, retrato apenas os desabafos de ser que um dia deixou-se doer... e certamente terei um enorme prazer em poder conhecê-lo, caso deseje,enviarei o MSN.

Nanda Assis disse...

bonito verso. tem sorrisos que nos deixam no chão pela insignificancia que eles carregam.

bjossss...

Paty disse...

Adoro ler poemas...
...quando o poema fala de "rosas", adoro mais ainda!
Bj. ótimo dia!

Pauline Machado disse...

Olá! Adorei! (mais uma vez!)
Um beijo, meu novo amigo!

Érica disse...

Achei triste esse teu poema.
Deve ta combinando com meu estado de espirito, acho que tem um espinho dessa rosa cruzando meu tendão... Ta doendo.
rs...
Beijos

Anne M. Moor disse...

Rangel,
Acha a chave que jogaste fora :-)

Beijo

Paula Laranjeira disse...

Deixei um selo p vc no meu blog, passa lá e pega....bjs

Gislãne disse...

adoro ler seus textos
ou são eles que me lêem?!
lindo
bjos

Graça Pereira disse...

O espinho da rosa fere, sangra e dói... verdade! Mas não posso passar sem elas. Beijo Graça

intervalo disse...

Espinho da rosa fere,as vezes sangra demais mesmo assim vale a pena sentir a dor pelo perfume que exala encantador.Desejo-lhe sonhos lindos poeta,cada dia mais inspirado,maravilhoso vir aki.beijoss meus

confesso disse...

...Impossível rosas sem espinhos... Impossível viver sem você...


Beijos possíveis...

LomiAyurveda disse...

Áiii...Meu Deeeus...
Cadê o meu poeta preferido, não abro mão não, viu ?!

Depois desta, fica-se vacinada para enfrentar assistências operatórias estéticas, 200h. de estágio e o terror das crossectomias com stripping curto ambulatório, serão peanuts! LOL!

...E o que é que se faz, quando passamos por cima de tudo, mesmo assim fica algo de bom...? Acho que vou ali pedir umas 'horinhas de remo' ao Mestre que isto está complicado! ahahaha!

Beijinhos